Loading...

Como foi a 1ª Trilha da Fé em 2008!!!

24
novembro
2016
Como foi a 1ª Trilha da Fé em 2008!!!

Como foi a 1ª Trilha da Fé em 2008!!!

Nestas 3 semanas que restam para partirmos para a 4ª Trilha da Fé vou tentar aqui no site resgatar um pouco das histórias e causos que ocorreram nesta grande aventura e como tudo começou, então vamos lá:

Como no ano de 2007 minha esposa engravidou, eu estava começando a Moto Point com cautela e ainda estava com uma moto WRF250 2004 já desatualizada pois a turma competitiva já estava andando com as novas motos tive que dar um tempo nos Enduros e ir andando de moto nuns passeios e numa prova ou outra até ver o que ia virar da vida e da Moto Point, foi aí que na verdade prevalecia era uns golinhos quase todos os dias, nesta época o Tininho ainda morava na sua velha residência e todas as terças rolava lá um tira-gosto com uma cerveja e muita prosa fiada, foi lá num mês de outubro que entre várias conversas fiadas que surgiu o assunto de organizarmos um passeio de Lavras a Aparecida ida e volta por trilha e eu me comprometi a levantar os nomes e organizar o que viria a ser a 1ª Trilha da Fé de Lavras a Aparecida.

Foi aí que tudo começou e para isto contei e muito com o meu amigo de Lambarí, Carlinhos Bocardi que se comprometeu a ser nosso guia neste primeiro ano, vários outros amigos que seriam nossos apoios, iríamos rodar mais ou menos uns 800Ks e para esta aventura começaram-se os treinos e com estes treinos vários companheiros foram ficando pelo caminho, ou por acidente ou por acharem que não suportariam o ritmo ainda mais porque teríamos que andar e muito no barro, pois o período da viagem é na época de chuvas.

1º Dia – Lavras X Wenceslau Braz

Saímos de Lavras e teríamos pela frente quase 300Kms até Wenceslau Braz na fazenda Boa Esperança onde faríamos nosso primeiro pernoite, não foi fácil não e já neste primeiro dia tivemos várias baixas, por tombos, quebras e por não suportar a pressão mesmo, a primeira foi do Tales de Nepomuceno por quebra do eixo de marcha, o Léo Girão quebrou a cravícula mas mesmo assim deu continuidade e em Cristina a moto do Marcelinho Otto bambeou todos os raios fazendo com que tivesse de embarcar e assim chegamos ao pouso já quase a noite e com muitos causos, manutenção nas motos, descanso pois no outro dia sairíamos as 07:00hs novamente.

2º Dia – O caminhão começa a encher de motos já na saída, Posada X Aparecida X Pousada

Logo na saída já tivemos que embarcar vários amigos e no meio deles foram, Léo Girão, Marcelinho Otto, Luciano Gelomáquinas e aí em Aparecida tiveram algumas trocas desceram se uns e embarcaram se outros, teve gente que falou que não andava mais de moto “Foi a tal descida dos pilões ou Cú do Burro” que não é brinquedo não…na volta de Aparecida para a fazenda uma subida em Piquete que acabou com muita gente…aí no último dia o caminhão já saiu foi lotado da pousada.

3º Dia – Haja vaga no caminhão – Wenceslau Braz X Lavras

Este dia não foi mole não, já saímos com a turma doida pra ir no caminhão, e lá foram, Léo Girão, Tales, Vaca Brava, Rodrigo Tcho-Tcho, Baiano, Aguinaldo, Pão JP e daí em diante o caminhãozinho acabou de encher em Cristina com o Eliton, as vaga iam acabando mas a aventura também, o último a embarcar foi o Waguinho que fundiu o motor em Conceição do Rio Verde, aí eu já era o puchador e foi aí que entrei com a turma no pedreira do labirinto em São Thomé das Letras e gastamos quase uma hora pra sairmos…ufa mas chegamos em Lavras com a Graça de Deus e as bençãos de Nossa Senhora Aparecida. Abaixo lista dos primeiros aventureiros:

Lúcio Pinto Ribeiro Lavras
Sayron Ribeiro Marcelino Lavras
Carlos Alberto Bocardi Lambarí
Júlio César de Assis Resende Costa
Alvaro Amarante Almeida Lavras
Robert Amarante Lavras
Luciano Pereira da Silva Lavras
Antônio Augusto Amarante Lavras
Laércio Getúlio Machado Lavras
César Roberto de Resende Lavras
Rogério Lima de Resende Lavras
Wagner Gomes Araujo Lavras
Marcelo Otto N Penido Lavras
Reginaldo Barbosa Fernandes Perdões
Rodrigo Antônio Vilas Boas Lavras
Carlos Oliveira Resende Costa
Fabrício Geraldo de Andrade Nepomuceno
Tales Bernardes Souza Nepomuceno
Antonio Paulo da Silva Lavras
Abel Rodrigo de Souza Lavras
Baiano Lambarí
Valdir Guimarães Lavras
Cícero Resende Chaves Resende Costa
Eliton Resende Costa
Aguinaldo José de Melo Resende Costa
Paulo Antônio Jorge Lavras
Gabriel Menezes Jorge Lavras
Leonardo Vilela Carneiro Girão Lavras
Rodrigo C. Vilas Boas Lavras
Álvaro Marcos Souza Amarante Lavras
APOI0
Diego Maikye Fagundes Lavras
Kleber Klauzer Teixeira Lavras
Eliesio Luiz Sotero (Carioca) Lavras
Saulo Resende Junior Lavras
Michel Carvalho Nassur Lavras
Lindomar Bento da Silva Lavras

Deixe uma resposta


*